FOREX

Introdução

É muito comum, no meio financeiro, que os diversos mercados (ações, títulos, commodities, etc.) sejam descritos como mercados em alta (BULLISH MARKET) ou mercados em baixa (BEARISH MARKET).

Nos mercados em alta (BULLISH MARKET), as ações, commodities, etc., se apresentam em valorização. Nos mercados em baixa (BEARISH MARKET), as ações, commodities, etc., se apresentam em desvalorização.

O FOREX possui uma estrutura dinâmica e desburocratizada que possibilita ordens iniciais de compra ou de venda, possibilitando assim oportunidade de lucro tanto em mercados de alta, quanto em mercados de baixa.

Pares de Moedas

Também conhecido como “mercado internacional de moedas” (Foreign Exchange), o FOREX é o maior mercado do mundo. Nele, o investidor espera gerar lucro ao especular sobre o valor de uma moeda em relação a outra. É por isso que as moedas são sempre negociadas aos pares. Uma unidade monetária só tem seu valor alterado quando comparada a outra.

Exemplo de um par de moedas:

GBP/USD

Moeda Base / Moeda secundária

Exemplo de cotação para o par de moedas:

1.56205

A moeda base é utilizada como referência de unidade monetária. O preço da cotação se refere ao quanto da moeda secundária é necessário para se obter uma unidade da moeda base. Neste exemplo 1 GBP (uma Libra Esterlina) vale aproximadamente 1,56 USD (dólares americanos).

Duas Oportunidades de Negócios

Cenário 1 – Trade de Compra (ASK)

Se, dentro da análise de um investidor, ele julga que a Libra Esterlina irá aumentar seu valor frente ao Dólar Americano, ele pode entrar no mercado comprando GBP/USD, na esperança que de fato a Libra Esterlina tenha seu valor aumentado frente ao Dólar Americano. Neste caso, o investidor julga que a Libra Esterlina está em alta (BULLISH) e o Dólar Americano está em baixa (BEARISH).

Cenário 2 – Trade de Venda (BID)

Se, dentro da análise de um investidor, ele julga que a Libra Esterlina irá diminuir seu valor frente ao Dólar Americano, ele pode entrar no mercado vendendo GBP/USD, na esperança que de fato a Libra Esterlina tenha seu valor diminuído frente ao Dólar Americano. Neste caso, o investidor julga que a Libra Esterlina está em baixa (BEARISH) e o Dólar Americano está em alta (BULLISH).

Assim, fica fácil entender como o FOREX apresenta oportunidade de lucro tanto na alta (BULLISH MARKET) quanto na baixa (BEARISH MARKET).

O Maior Mercado do Mundo

VOLUME E LIQUIDEZ

Enquanto os mercados de ações movimentam volumes na casa dos bilhões de dólares diários, o FOREX movimenta mais de 4 trilhões de Dólares por dia. São muitas oportunidades de trades lucrativos.

Este grande volume de negócios permite que um trader execute ordens de entrada e saída do mercado com extrema rapidez. Esta capacidade de entrar e sair do mercado de maneira ágil é chamada de liquidez. Um mercado de alta volatilidade e liquidez confere ao trader maior potencial de lucro.

24H/DIA – 6 DIAS/SEMANA

No mercado de ações, opções, futuros, etc., você pode executar trades apenas durante o horário comercial (8h/dia), nos dias úteis (5 dias/semana).

O mercado FOREX tem muito mais oportunidades de negócios e pode ser operado 24h por dia, 6 dias por semana. Isso é possível porque:

Às 17h de domingo (horário de Nova Iorque), abrem-se os mercados financeiros do Pacífico (Austrália, Nova Zelândia, Japão, e diversos países asiáticos). À medida que estes mercados vão se fechando, os mercados do Oriente Médio e Europa começam seus negócios. Enquanto a Europa está no meio de seu expediente, abrem-se os mercados por toda a América.

Este padrão se perpetua até às 17h da sexta-feira (horário de Nova Iorque), quando os mercados americanos fecham para o fim de semana. Estas constantes aberturas e fechamentos dos mercados ao redor do globo é que garante acesso a trades 24h/dia, 6 dias por semana. É por isso que o FOREX é o mercado global.

Quem opera no Forex?

Desde grandes bancos como Deutsche Bank, Citybank, UBS, BNP Paribas, Barclays, fundos de Hedge, SMC, até pequenos e médios investidores.

Margem, Alavancagem, Lotes e PIPs

O QUE É MARGEM?

Damos o nome de margem ao dinheiro depositado em sua conta. A margem serve para dar lastro a seus trades.

O QUE É ALAVANCAGEM?

É o instrumento operacional que permite ao investidor manter uma grande posição no mercado, com relativamente pouco dinheiro em conta.

Vamos supor que você tenha U$ 100.000,00 (cem mil dólares) depositados em sua conta. Vamos supor, ainda, que você decida entrar no mercado utilizando 30% de sua margem. Neste exemplo, você colocaria de fato no mercado U$ 30.000,00 (trinta mil dólares). Utilizando uma alavancagem de 1:100, estes U$ 30.000,00 (trinta mil dólares) serão capazes de lastrear ordens de até 3M (três milhões de dólares).

Muitos traders acham extremamente atraente a alavancagem oferecida pelas corretoras de FOREX. Mas saiba: a alavancagem pode tanto potencializar os lucros quanto gerar grandes perdas.

O QUE É UM LOTE?

No FOREX, um lote é uma unidade padrão de medida. Na maioria das corretoras de FOREX, um lote equivale a 100.000 (cem mil) unidades monetárias de uma moeda. Quando você abre uma ordem no mercado, você inicia com, no mínimo, um lote.

No exemplo acima, em que, utilizamos U$ 30.000,00 (trinta mil dólares) para margear uma ordem de 3M (3 Milhões de dólares), podemos dizer, em outras palavras, que executamos uma ordem de 30 lotes. (1 lote = 100.000, x 30 lotes = 3.000.000).

O QUE É UM PIP?

Denominamos de PIP (Percentage in Point) a unidade de deslocamento de preço de um par de moedas. No exemplo acima, um PIP equivale a 1/100 (um centésimo) de centavo do par Libra/Dólar (quarta casa decimal).

Se a cotação do par GBP/USD saísse de 1.56205, para 1.56255, diríamos que o par GBP/USD subiu 5 PIPs.

A menor variação de preço possível de um par de moedas chama-se Fractional PIP. (quinta casa decimal no exemplo acima).

É comum, no mercado FOREX, medir o desempenho de trades utilizando como referência os PIPs.

O que é ECN?

Em uma corretora comum de FOREX, quando você decide iniciar alguma operação no mercado, o cliente tem à sua disposição acesso a apenas uma cotação em um determinado par de moedas, que é fornecida por sua própria corretora.

Uma corretora ECN (Eletronic Comunication Network ou Redes de Comunicação Eletrônica) é um ambiente onde o cliente tem acesso às diversas cotações de compra e venda disponíveis no mercado naquele momento. É o mesmo ambiente em que os grandes bancos do mundo realizam suas transações.

Por que operar em uma ECN?

O cliente pode visualizar as melhores cotações, os spreads cobrados, o volume de dinheiro da ordem que cada grande banco ou instituição financeira está a ofertar naquele momento.

Esta estrutura deixa ainda mais evidentes os mecanismos de livre mercado e concorrência. Além disso, as negociações entre os diversos integrantes do mercado aumentam sobremaneira a liquidez deste sistema, permitindo ordens de maior profundidade.

Outro fator de suma importância para clientes bem-sucedidos, que geram ordens com grande profundidade (U$ 100.000.000,00 – cem milhões de dólares ou mais), é que o ambiente ECN proporciona um certo grau de anonimato, impedindo que outros players atuem deliberadamente contra seus interesses, em uma manobra de “corner” (leia mais) ou “squeeze” (leia mais).

Outra vantagem é que este ambiente impede que corretoras inescrupulosas adulterem cotações fornecidas aos clientes, embolsando a diferença entre a cotação real e uma falsa.

Dentre as vantagens de operar em um ambiente ECN podemos citar:

  • Melhores cotações
  • Spreads menores
  • Maior liquidez
  • Anonimato e proteção das operações
  • Proteção contra fraude